Sunday, October 03, 2010

O E-learning na Web 3.0

A Web 3.0 é outro conceito que surge na linha das definições da Web 1.0 e Web 2.0 (na visão de Steve Wheeler):
  • Web 1.0: "Anything can link to anything".
  • Web 2.0: "User participation".
  • Web 3.0: "Existing data re-connected for (other) smarter uses".
A Web 3.0 não é um conceito consensual nem tem uma definição única. A Web 3.0 é muitas vezes associada simplesmente à Web Semântica. A Web 3.0 surge também relacionada com outros conceitos como a personalização, a Web 3D, a inteligência artificial ou os mundos virtuais:


De uma forma geral e sintetizando, a Web 3.0 representa e evolução da Web para uma rede que organiza e usa de forma mais inteligente o conhecimento já existente on-line. Um exemplo desta forma de utilização da informação on-line é o motor de busca Wolfram Alpha, criado por Stephen Wolfram. Este motor de busca, mais do que apresentar uma lista de potenciais respostas em resultado de uma pesquisa procura de facto apresentar uma resposta que resulta da análise e processamento dos vários resultados obtidos pela pesquisa. Por exemplo, a pesquisa pelo nome de um país num motor de busca como o Google terá como resposta uma longa série de páginas web que mencionam esse país. A mesma pesquisa no Wolfram Alpha apresenta um resultado contendo informação diversa sobre o país (localização, bandeira, população, dados estatísticos, etc). Uma pesquisa com uma expressão aritmética, por exemplo, “4x4”, produz uma resposta com o resultado, “16”, apresentado em algarismos ou em formato gráfico. Noutro motor de busca os resultados são variados com referências a veículos todo-o-terreno (o Google consegue também interpretar o significado matemático da expressão).

A Web 3.0 muda o conceito da web como um catálogo para uma web que funciona como um guia que procura interpretar as necessidades do utilizador.


Tal como na Web Semântica, o potencial de uma Web mais inteligente é muito significativo no e-learning. O acesso a informação de forma inteligente e personalizada, comparativamente com a situação actual, constituirá uma mais-valia importante no desenho de cursos em e-learning com impacto também nos métodos pedagógicos. A visão da Web 3.0 como a Web com aplicações 3D (p.e. Google Earth) incluíndo também os mundos virtuais e os jogos oferece também um grande leque de oportunidades no que diz respeito ao desenvolvimento de conteúdos para e-learning.

O desenvolvimento do potencial de conectividade social com o potencial de conectividade de informação resulta na "Meta Web", "Web x.0" (George Siemens) ou "X Web" (Stephen Downes).

No comments:

Post a Comment